As 10 coisas que precisas saber sobre o Xiaomi Mi Notebook Air

Já todos sabem que a Xiaomi apresentou no dia 27 de julho dois equipamentos novos: um smartphone e um portátil. Contudo dada a avalanche de informação divulgada nesse dia, nem sempre retemos o que é mais importante. Fica a conhecer o mais importante do novo portátil da Mi Notebook.


1 - É a primeira vez que a Xiaomi apresenta um portátil

É sabido que a empresa asiática lançou no passado dispositivos com o Windows 10, como o Mi Pad 2 e também o Xiaomi Mi4 (este último não diretamente). Agora surge pela primeira vez na história da marca o tão esperado portátil com componentes de topo: processador Intel Core i5-6200, placa gráfica Nvidia Geforce 940MX, 8Gb de memória RAM DDR4 e disco SSD de 256GB. A Xiaomi decidiu entrar com firmeza neste mercado fazendo frente ao Macbook Air da Apple, visto que o seu notebook é composto por excelentes materiais, design e quase a metade do preço do computador da Apple.

2 - O Mi Notebook Air vem em dois tamanhos e características diferentes

A notícia da apresentação dos novos produtos da marca fez correr tanta tinta que alguns podem não ter reparado que efetivamente a marca apresentou dois portáteis diferentes.
Uma versão de 13.3” que vem equipado com um processador Intel Core i5-6200U CPU (até 2.7GHz), uma NVIDIA GeForce 940MX GPU, 8GB de memória RAM e 256GB de armazenamento SSD.

A versão mais pequena tem um ecrã de 12.5” e vem equipado com um processador Intel Core M3 com 4GB de memória RAM e 128GB de armazenamento interno, não tendo neste caso placa gráfica dedicada. Uma versão semelhantes ao MacBook de 2015 de 12” mas com mais portas USB.3 – Teclado retroiluminado

3 – Teclado retroiluminado

Se usas o computador ou portátil à noite de certeza que vais adorar esta característica. O Mi Notebook Air tem um teclado com teclas ultra finas com apenas 1.3mm de altura e são retroiluminadas.

4 - Ecrã Full HD laminado

O ecrã do Mi Air tem uma resolução de 1920 x 1080p totalmente laminado o que faz com que reduza drasticamente o brilho da luz solar ou de qualquer outra fonte. Sem dúvida uma característica interessante o que fará com que possas levar o portátil para onde quiseres sem te preocupares com a luminosidade.

5 - Possibilidade de upgrade ou adicionar outro disco SSD

Esta é a característica que destaca o Mi Notebook Air da concorrência (MacBook Air), a possibilidade de upgrade do disco SSD para um de maior capacidade ou ainda melhor, adicionar outro disco SSD aumentando assim a capacidade de armazenamento.

6 - O mesmo ecrã mas mais fino

É inevitável a comparação do portátil da Xiaomi com o portátil da Apple, não se fossem ambos chamar “Air”. Mas convém esclarecer que de facto o Xiaomi Mi Notebook Air tem um corpo metálico com cerca de 11% menos espessura comparado com o seu concorrente da Apple com o mesmo tamanho de 13.3”.

7 - Possibilidade de desbloquear com a Mi Band 2

A Xiaomi decidiu adicionar uma característica já usada nos smartphones, mas uma novidade nos portáteis. A possibilidade de desbloquear automaticamente o computador se o utilizador tiver uma Mi Band 2 por perto. Funciona com a tecnologia Bluetooth 4.1 e claro que primeiro necessita de ser emparelhada.

8 - Proteção Edge-to-Edge Glass

No fundo o que esta característica quer dizer é que o ecrã do Mi Notebook é coberto por um vidro que se estende até às extremidades do ecrã. É um vidro ultra durável classificado com uma dureza de 7 na escala de Mohs. Nesta escala o máximo é 10 e equivale ao diamante.

9 - Sincronização com a Mi Cloud

Tal como a Apple, Microsoft ou Google, a Xiaomi também tem a sua Cloud onde é possível efetuar cópias de segurança regulares dos contactos, mensagens, fotografias, notas, dados, etc.. Pois bem, para quem usa esta tecnologia nos telemóveis da Xiaomi é também uma vantagem uma vez que poderá ter tudo sincronizado. O que por outro lado não quer dizer que quem não usa não tenha outras soluções para o fazer, porque tem.

10 - Preço e disponibilidade

A versão de 13.3” irá custar cerca de 750$, enquanto a versão de 12.5” custará por volta dos 520$. Isto na China, já que os preços praticados nos sites de revenda serão sensivelmente uns 200$ a mais. Resumindo, a versão mais baixa rondará os 700€ e a versão mais potente cerca de 1000€. (Não te preocupes que teremos promoções e descontos para dar :) )

Está previsto que a venda se inicie nos primeiros dias de agosto. Está atento ao nosso site nas redes sociais que comunicaremos quando estiver disponível.

Qual a tua opinião em relação a este equipamento? Terá a marca o mesmo sucesso que teve nos smartphones?


Fonte: Gizchina


Emoticon Emoticon