Xiaomi Mi Band 2 - Um mês de utilização | análise e opinião

Depois de mais de um mês de uso da Mi Band 2 é altura de fazer uma análise deste gadget. Numa altura em que surgem muitas concorrentes à pulseira da Xiaomi (sabe mais aqui), compensará o valor que é pedido para adquirir este wearable? Compensará optar por soluções mais baratas? Ou investir mais um pouco e comprar um Smartwatch? Sabe tudo neste artigo.



A Mi Band 2 foi apresentada no início de junho e foi antecedida de muita expectativa (para veres o unboxing clica aqui).
A pulseira é construída em silicone e possui um sensor que fica localizado na parte inferior do módulo central. A textura do revestimento é boa, garantindo uma usabilidade confortável. A bracelete é forte e a parte que encaixa na mesma é melhor comparada com a versão anterior. Uma vez encaixada não sairá por acaso. 

A grande novidade nesta versão é o monitor OLED de 0,42 polegadas, pouco mais de 1 cm de largura. Ao contrário do que inicialmente se dizia este ecrã não é touch. Existe sim um botão touch.

Este botão é bastante responsivo, ativando as informações no ecrã com um pequeno toque. Até mesmo com o toque do ecrã na roupa ou nos salpicos de água o ecrã ativa-se. Como é sabido a pulseira tem certificação IP67 o que quer dizer que é resistente à poeira e à água, podendo ser submersa a uma profundidade até 1m sensivelmente (não convém arriscar). Dos testes feitos é realmente eficaz. Quer a lavar as mãos, quer no duche, a pulseira porta-se lindamente e não há qualquer problema. O módulo encaixa perfeitamente na pulseira e não entra água, funcionando também mesmo com o ecrã molhado. 

Em relação ao brilho do ecrã, este é mais que suficiente para que se veja facilmente a informação, a não ser que estejamos sobre uma luz solar intensa sobre o visor.
Para controlar pulseira temos aplicação Mi Fit. A aplicação pode ser descarregada da Play Store mas podemos descarregar a versão em português do site miuiportugal.com. A tradução é feita pelo Jaime Ferreira (equipa Miui Portugal) e está bem conseguida. Vê aqui no vídeo como fazer o download da APP:


A pulseira disponibiliza no ecrã as seguintes informações: horas, passos dados, km, calorias gastas e batimentos cardíacos. A informação disponível é dada de forma circular bastando clicar no botão touch para alternar entre as informações.

A minha opinião

Esta nova versão da Mi Band 2 é sem dúvida um grande upgrade. Se até aqui tinha de andar com a Mi Band e um relógio, devido à minha profissão, agora uso apenas a Mi Band. Quando vou correr já não preciso de levar o relógio ou o smartphone para saber quando tempo demorei nem com quando tempo vou.


Em termos de bateria esta pulseira é excelente. Quando chegou vinha com pouca bateria e durou apenas alguns dias, mas após a primeira carga, já lá vão mais de 33 dias de utilização e a bateria ainda vai em 29%. Pensava fazer a análise da pulseira só quando terminasse o ciclo da bateria, mas tive de antecipar para que a análise não fosse feita muito tarde.

A aplicação Mi Fit

A aplicação Mi Fit permite efetuar trajetos de corrida com o recurso ao GPS com alertas do ritmo cardíaco. Contudo neste caso temos de ter de levar o smartpone connosco na corrida. A meu ver não uso, pois basta-me saber os tempos decorridos. 
 

Através da aplicação é possível também medir o ritmo cardíaco sendo que a pulseira tem de estar bem justa para que o sensor consiga detetar os batimentos.
 

Em termos de notificações é possível configurar as notificações das chamadas, mensagens, despertador ou outras aplicações que usamos. Neste caso nada de novo comparando com a versão anterior.
A opção de desbloqueio do ecrã do smartphone permite a utilização de 3 métodos de segurança: padrão, pin ou palavra passe. Utilizei esta opção durante os primeiros dias, contudo optei por abandonar este método de segurança já que a rapidez de desbloqueei deixou algo a desejar. Por vezes existe algum deelay entre o clique no botão e o efetivo desbloqueio.

Em termos de configurações a pulseira tem a opção de optarmos pelo Assistente de sono. Tal como aparece escrito na aplicação este assistente permite ter dados mais precisos sobre a qualidade do nosso sono. Eu utilizei esta opção as primeiras duas semanas, depois desliguei. Nota-se que quando o assistente está desligado a monitorização do nosso não é 100% fiável, mas a diferença não é assim tanta.
Na aplicação podemos também configurar quais as informações que queremos ver no ecrã da Mi Band 2. Bastando ativar ou desativar a aplicação.
  

Vídeo da análise / opinião


Pontos fortes

  • Qualidade de construção
  • Design
  • Bateria
  • Notificações

Pontos fracos

  • Sensor de batimentos (a pulseira tem de estar bem justa)
  • Desbloqueio do ecrã

Conclusão

A Mi Band 2 é na minha opinião um dos melhores gadgets que podemos adquirir para controlo da atividade física diária nesta faixa de preço. A pulseira vale cada cêntimo pedido. Comparando por exemplo com o Smartwatch Zeblaze Blitz 3G (sendo objetos bem diferentes), mas custa mais do dobro da Mi Band e a bateria dura apenas 12h o que se torna muito chato pois senti-me um pouco preso a isso.

Em suma, estás indeciso em comprar a Mi Band 2? Na minha opinião é uma excelente compra e não vais ficar dececionado.

Link do melhor preço da Mi Band 2

2 comentários

Oi, cara a minha não reconhece corrida de forma nem uma, no máximo ela fala que é uma caminhada rápida, pra ela reconhecer toda vez terei que por a ação manual pelo celular? Sabe como posso resolver isso? A antiga (mi Band 1) reconhecia de boa

Adriano possivelmente terás de a remover e voltar a adicionar / sincronizar.


Emoticon Emoticon