Xiaomi Redmi Note 4 - Unboxing, análise e opinião

Depois de se saber que o best seller da Xiaomi - Redmi Note 3 iria deixar de ser fabricado pela marca, as atenções viram-se agora para o seu sucessor o Redmi Note 4 que não está a ter tanto sucesso como o seu antecessor devido ao SoC que apresenta. Mas será essa a razão para desconfiar deste Note 4?



Unboxing


Na caixa vem o smartphone e os habituais acessórios, o clip para a abertura da slot dos cartões SIM, o cabo USB e o carregador de carga rápida.
Este equipamento é a versão de 3GB de memória RAM e 64GB de armazenamento interno, vem com o processador Deca-core Helio X20 a 2.1GHz acompanhado da GPU Mali-T880. Como principais características destaca-se o facto deste smartphone não ter entrada USB tipo C, a par de toda a gama redmi, mas sim micro USB 2.0 com OTG e carga rápida que é fundamental para carregar a bateria de 4100mAh. Outras características que convém realçar: câmara traseira de 13MP e frontal de 5MP, leitor de impressões digitais e rádio.


A cor gray (cinza escuro) é apreciada por muitos utilizadores e percebe-se porquê. Olhando para este equipamento dá para ver que é muito mas muito bonito. Toda a parte traseira e a frame são de alumínio o que faz com que este se segure muito bem na mão apesar de ser um smartphone de 5.5". É pesado mas não em exagero, são 175g que nos dão a sensação que estamos perante um equipamento bastante sólido.


O ecrã é IPS com um rácio de 72,7% de screen-to-body, resolução FHD (1080 x 1920 pixels) e com uma densidade de 401ppi. Em cima está a habitual câmara frontal de 5MP, o sensor de procimidade e a coluna de som para as chamadas. Em baixo estão os botões retro iluminados. No lado direito estão os botões power e volume, em cima está o sensor de IR, jack audio de 3.5mm para headphoes e o micro secundário. No lado esquerdo está a slot para cartões SIM ou para cartões microSD até 256GB a utilizar no local do SIM2. Em baixo está a entrada microUSB 2.0 e as colunas áudio. Na parte traseira está a câmara de 13MP em cima, seguido do flash de duplo tom e do sensor de impressões digitais.


Este equipamento vem com a versão MIUI 8 que é baseada no Android 6.0. É a versão global estável que apenas tem o idioma PT-BR e que não tem a localização de Portugal. Este facto não interfere em nada no funcionamento do smartphone, basta escolher outra localização qualquer (podem escolher Marrocos por exemplo), que depois quando for colocado o cartão SIM a hora é configurada automaticamente.


Análise

Este equipamento está muito bem conseguido. Tem bons acabamentos, é robusto e tem um ecrã que produz umas cores nítidas. Contudo durante a sua utilização ao ar livre perante a luz solar podemos ter alguns reflexos que dificultam a visualização de conteúdo do ecrã mesmo com a luminosidade no máximo, mas nada de mais.


Testes realizados

Realizei diversos testes ao Note 4, entre os quais o habitual teste no antutu onde este obteve uma pontuação de quase 86000 pontos, testes ao sensor de proximidade, GPS, bateria, multi toque no ecrã e aqui este reconheceu 10 toques em simultâneo. Em qualquer um destes testes nada a apontar.


Um aspeto sempre importante para mim e também para muitos utilizadores é a câmara fotográfica e por isso nas minhas análises foco sempre mais esse ponto.
Aqui, em relação à aplicação nenhuma novidade para quem está habituado a equipamentos Xiaomi.
Olhando para os resultados estes são bons tendo em conta a gama em que este equipamento se insere, no entanto achei as cores um pouco escuras, em comparação com as do Mi5s. É verdade que os smartphones não são da mesma gama, mas tinha de fazer esta comparação e aqui o Mi5s leva vantagem nítida.




No que diz respeito aos vídeos, esta câmara não filma em 4K, apenas Full HD e aqui os resultados distanciam-se ainda mais entre ambos os smartphones. Os vídeos no Note 4 não são muito bons quando estamos em movimento mesmo com a estabilização de imagem ativada. Portanto para filmar convém fazê-lo apenas parado.

Podem fazer o download das fotos e vídeos originais aqui.

Opinião


O que mais gostei neste Xiaomi Redmi Note 4

  • Construção em alumínio
  • Desempenho
  • Sensor de impressões digitais


O que menos gostei

  • Micro USB 2.0 penso que já era altura da Xiaomi e das restantes marcas passarem para o USB tipo C, pois será a ligação utilizada daqui para a frente, porquê retardar esta mudança?
  • Gravação de vídeos


No fundo não há pontos que eu possa dizer que não gostei à exceção da porta micro USB. É verdade que não passei muitos dias com o equipamento, mas todos os componentes se portaram-se à altura e o processador Helio X20 chega e sobra para as encomendas. 
Gostei bastante de utilizar este smartphone e se a pergunta é: entre este e o Redmi Note 3? A minha resposta é: porque não o Redmi Note 4?

Onde comprar


Este equipamento pode ser adquirido na loja portuguesa Smartandsun, que desde já deixo um agradecimento pela cedência do equipamento para testes e em especial ao Filipe Marques. Podem confiar inteiramente na loja, quer no serviço prestado quer nos preços praticados. Arrisco-me a dizer que é a loja com os preços mais acessíveis em Portugal. Podem entrar em contacto com eles através do site oficial ou através do facebook.

Link para o Redmi Note 4: https://goo.gl/t0zhWN

Vídeo



Emoticon Emoticon