UMI Z - Unboxing e primeira análise | Será este o virar da página da UMI?

A UMI - UMIDIGI a partir de agora - tem apresentado ao mercado alguns smartphones com grandes características, principalmente nos últimos tempos. Esta mudança dá a entender que a empresa quer escrever uma nova página no seu percurso rumo ao topo das marcas de smartphones. Exemplo disso é um dos seus últimos equipamento a chegar ao mercado, o UMIDIGI Z é um smartphone de 5.5" que vem equipamento com um dos mais recentes processadores no mercado, o Helio X27 da Mediateck. Será que vai conseguir?




Unboxing

Estamos perante um smartphone que vem numa caixa completamente em metal, o que é algo invulgar em dispositivos deste género. O UMI Z vem acompanhado dos guias rápidos, carregador europeu de 1.5A, cabo USB Tipo C que é muito semelhante que o traz o Oneplus 3T - vermelho, rijo e mais grosso que o normal. 


Este smartphone pesa cerca de 175g e mede 15,4cm de altura, 7,7cm de largura e 8,2cm de espessura. Em termos de aspeto faz lembrar o Oneplus 3T embora este último seja mais estreito. 


Apesar das dimensões este Umi Z não é desconfortável, as suas bordas curvas e o ecrã 2.5D fazem com que dê para o segurar facilmente com uma mão, mas são necessárias as duas para que possamos utilizá-lo mais à vontade.


Na parte frontal está a câmara para selfies e a coluna para as chamadas, na parte inferior está o sensor de impressões digitais e botão home, no lado direito estão os botões do volume e power, em baixo está o microfone, entrada USB tipo C e o altifalante, no lado esquerdo a entrada para os cartões nano SIM podendo ainda ser utilizado para expansão do armazenamento interno. Na parte superior está a entrada jack áudio de 3.5mm, na parte traseira está a câmara de 13MP, o flash led duplo tom e o micro auxiliar.


Estamos perante um smartphone com um ecrã IPS da Sharp com resolução FHD 1920x1080 pixels e com 401ppi. Menos que isto também não era de esperar para um equipamento deste preço. Um ponto positivo para este ecrã.


Este é um smartphone bem desenhado, com um corpo inteiramente construído em alumínio num único bloco e duas tiras para as antenas na parte superior e inferior. As linhas e botões são simétricos, sinais que dão a entender algum cuidado na construção desde equipamento.

Câmara

A câmara frontal é de 13MP também tal como a principal. Esta última tem um sensor da Samsung e filma a 4K, a frontal apenas em FHD a 30fps. Nas fotos que tirei com o equipamento deu para perceber a qualidade que podemos obter com estas câmaras. Quer através da câmara principal quer através da câmara frontal, apesar de ter como principal função as selfies, esta é capaz bem mais que isso.


Software

Em relação ao software este é praticamente Android puro. Traz a versão 6.0 e tem suporte via OTA para receber atualizações. O UMI Z tal como a maior parte dos modelos da marca tem os botões auxiliares no ecrã - que eu pessoalmente não gosto muito por ocupar parte do ecrã. No entanto aqui este tem uma solução para isso que nos permite esconder esses botões e utilizar as laterais do botão home como é normal em alguns equipamentos. 
Este equipamento vem ainda com rádio e com algumas opções que permitem melhorar a iteração com o utilizador, nomeadamente a opção ClearMotion e MiraVision que molharam a fluência do vídeo e os efeitos visuais no ecrã.


Desempenho

O que salta à vista neste smartphone é mesmo o processador Helio X27. Este é um deca core e pode dizer-se que concorre diretamente com o Snapdragon 820. Em termos de memória RAM são 4GB LPDDR3 que ajudam e muito no multitasking do UMI Z.


Mesmo os resultados nos testes realizados não foram nada de extraordinário. Esperava um pouco mais.
Este atingiu no Antutu pouco mais de 85 mil pontos, estando assim equipado a equipamentos como o Meizu MX6 ou o Redmi Note 4. No Geekbench atingiu cerca de 1000 pontos em single-core e mais de 5250 pontos em Multi-core tendo atingido resultados superiores ao Galaxy S7. 


No que diz respeitos as velocidades nas memórias foram mais de 80MB/s em escrita no armazenamento interno e mais de 3GB em transferência de dados na memoria RAM.


Opinião

Como primeiras impressões posso dizer que fisicamente este smartphone é agradável, gostei dos materiais utilizados e sem dúvida que o alumínio lhe confere um bom aspeto. É um smartphone com características mais que suficientes para  jogar uns jogos e ter várias aplicações abertas ao mesmo tempo. Portanto em termos de desempenho não haverá qualquer problema. 


Resumindo, um equipamento com características muito interessantes com resultados nos benchmarks que não são por aí além, mas que na prática o smartphone cumpre muito bem o que promete e é uma alternativa a ter em conta até a faixa de preço em que se insere. Tem ainda a vantagem de conseguirmos apagar 4G uma vez que este apresenta a frequência dos 800MHz.

Preço e local de compra


Emoticon Emoticon