Unboxing: Huawei Mate 9 - um concorrente à altura do Mi MIX

O Mate 9 é um dos smartphones mais recentes da gigante Huawei. Lançado no final de 2016 na cidade alemã de Munique este flashship é um concorrente à altura dos smartphones da gama Note da Samsung tendo em conta o seu tamanho bem como as potentes características que este apresenta. Mas não é só concorre com esta gama da Samsung, este Huawei é também uma alterativa a considerar ao Xiaomi Mi Mix visto estar na categoria dos phablets.




Não se trata de um smartphone qualquer, este é um equipamento equipado com tudo o que há de melhor, um dos CPUs tecnologicamente mais avançados do mundo, KIRIN 960 - o mesmo que equipa do Huawei P10, câmaras Leica de 2ª geração, para além de uma construção premium.

Principais características

Em termos de hardware este vem equipado com o mais recente CPU da Huawei, o potente HiSilicon KIRIN 960 de 8 núcleos com uma frequência de relógio de 2.7GHz, acompanhado por uma GPU Mali-G71 MP8 igualmente potente, 4GB de memória RAM e 64Gb de armazenamento interno.

Na caixa

A caixa é totalmente preta com as indicação da marca e do modelo ao centro e com a indicação das duplas câmaras Leica.


A acompanhar o smartphone estão dois compartimentos mais pequenos, no do lado esquerdo está o clip para abrir a slot dos cartões SIM, uma capa TPU transparente e o guia rápido.


No compartimento do lado direito estão uns headphones em branco, cabo USB tipo C e o carregador de carga rápida com ficha inglesa, sendo necessário um adaptador europeu.


Todo o smartphone é construído em metal e alumínio e é impossível ficar indiferente à qualidade de construção que este apresenta assim que o seguramos pela primeira vez.


Este tem dimensões generosas, são 15.7cm de altura, 7.9cm de largura e quase 8mm de espessura, o ecrã é de 5.9" IPS, com uma área útil de 76%, resolução FHD, com uma densidade de 373ppi e contraste de 1500:1. Vem ainda com proteção Corning Gorilla Glass 4 e o seu ecrã é 2.5D ligeiramente curvo.


Em cima está localizada a coluna de som para as chamadas, o sensor de proximidade, câmara frontal de 8MP e em baixo a designação da marca Huawei. No lado direito está o botão do power e do volume, em baixo está a porta USB tipo C, o micro e o altifalante. Do lado esquerdo apenas a slot para os cartões nano SIM e em cima a entrada jack áudio de 3.5mm e os infravermelhos. Na parte traseira temos a dupla câmara de 20MP com lentes Leica, do lado esquerdo está o flash led de duplo tom e do lado direito está o lazer para o foco, por baixo o sensor de impressões digitais.




Software

Assim que ligamos o smartphone este pede-nos as configurações habituais e já vem com idioma em português. Em termos de software este vem com a EMUI 5.0 que é baseada no Android 7.0 e que traz algumas mudanças a nível de estética que tornam a interface mais apelativa e com algumas funções que melhoram a experiência do utilizador.


Passando uma vista de olhos rápida pelo software, vemos algumas características interessantes como por exemplo a escolha do estilo do ecrã inicial, se pretendemos usar o estilo habitual da EMUI e da MIUI que mostram todas as aplicações no ecrã inicial ou se pretendemos ter um aspeto semelhando à versão stock Android onde este mostra todas as aplicações numa gaveta.


Já vem com diversas aplicações da Google instaladas e outras aplicações habituais na EMUI, como a metrologia, lanterna, controlo remoto, HiCare, … tudo organizado dentro de pastas.

Câmara

A câmara fotográfica é um dos espetos que mais salta à vista neste smartphone, esta câmara de dupla lente promete 50% mais de detalhe nas fotografias e um zoom ótico de 2x. Este é um dos aspetos que valorizo bastante num smartphone, tiro bastantes fotografias e por isso estou com uma grande expectativa em ver os resultados desta na prática.


Mate 9 vs Xiaomi Mi Mix

Num primeiro comparativo estético entre Mate 9 e o Xiaomi Mi Mix, este último é ligeiramente maior e tem sem dúvida uma área de ecrã também maior. O Mate 9 é curvo na sua parte traseira o que faz com que encaixe melhor nas mãos enquanto o Mi Mix é totalmente plano. 


Em termos de software a interface é muito semelhante em ambos e em termos de desempenho, abri uma ou duas aplicações e pareceram-me muito semelhantes.


Resta agora passar da teoria à prática e começar a testar deste fantástico equipamento. Podem acompanhar-me no Instaram em instagram.com/gadgetsedrones pois vou publicando lá algumas fotos tiradas com os smartphones que estou a testar.


Preço e disponibilidade


Emoticon Emoticon