Xiaomi Mi Max 2 apresentado oficialmente - forte na bateria, fraco no processador

Foi hoje apresentado o sucessor do "grande" Mi Max, o Mi Max 2, que conta com várias melhorias em relação ao seu antecessor, principalmente na bateria e na câmara.




Com 6.44 polegadas de ecrã, o Mi Max não é para todas as mãos, mas não foi isso que o impediu de ser um êxito de vendas. O Mi Max 2 é baseado na mesma fórmula, mas um pouco mais refinado. O sensor da câmara foi actualizado e é agora o IMX386, o mesmo do Mi6.



A bateria também levou um upgrade e passou de 4800mAh para uns impressionantes 5300mAh, o que a mete a par de muitas powerbanks. Além da capacidade, este também suporta QuickCharge 3.0.


O som também foi melhorado e os altifalantes são agora stereo, sendo usado o auscultador das chamadas como segundo altifalante quando o telemóvel está na horizontal, tal como acontece no Mi6. O Mi Max 2 mantém, também, o headphone jack, algo que ainda bem que não foi copiado do Mi6.


Quanto ao ecrã ele manteve-se com 6.44 polegadas Full HD, contudo a moldura preta à volta do mesmo, algo que era bastante vísivel na versão branca de vários Xiaomis, foi reduzida significativamente.


O que desaponta mais neste modelo é mesmo o processador, visto que trás o Snapdragon 625 em vez do Snapdragon 660, que se pensava. Por causa disto, o Mi Max 2 deverá ter ligeiramente menos performance, especialmente em jogos, que o seu antecessor, que vinha equipado com o Snapdragon 650.



Por fim, o Mi Max 2 estará disponível em 2 versões:

Fonte: MIUI 1 | 2


Emoticon Emoticon