Nokia e Xiaomi fazem parceria para uso de patentes e processadores

Segundo alguns rumores a Finlandesa Nokia terá assinado um contrato com a Chinesa Xiaomi de modo a incluir o processador Surge S1, que foi lançado no Xiaomi Mi5c, nos aparelhos de gama média, substituindo assim o Snapdragon 625.





O Surge S1 é o primeiro processador desenhado pela Xiaomi e vem competir com processadores de gama média, como o Snapdragon 625 e o MediaTek P20.
O Surge S1 é um processador octa-core de 64bits, com 4 núcleos A53 a 2.2GHz e 4 A53 a 1.4GHz, DSP de 32bits e GPU Mali-T860 MP4. Este é fabricado no processo mais antigo de 28nm HPC em vez dos 16nm FinFET comuns nos outros processadores, mas, segundo a Xiaomi, é capaz de melhores performances que os seus concorrentes, como se pode ver nas benchmarks abaixo:


Se os rumores se provarem verdade, será uma grande notícia para ambas as marcas, para a Xiaomi porque começa assim a entrar no mercado dos processadores, ao lado de "gigantes" como a Qualcomm, MediaTek, Samsung e Huawei, e para a Nokia que deixa assim de estar dependente da Qualcomm para os processadores dos seus equipamentos de gama média.

É claro que, neste momento, são apenas rumores, que podem estar errados, só o tempo dirá. Contudo, se estiverem certos, poderemos ainda ver Nokias com processadores Xiaomi ainda este ano.

Fonte: GizChina

Actualização: A Xiaomi e a Nokia confirmaram hoje a veracidade dos rumores, fazendo uma parceria para partilha de patentes e tecnologias, bem como para empreendimentos futuros nas áreas da realidade virtual, realidade aumentada e inteligência artificial.



Fonte: Nokia


Emoticon Emoticon