Xiaomi Mi Max 2 - O melhor phablet para consumo de media

O Xiaomi Mi Max 2 não é um topo de gama, mas tem trunfos que fazem dele um equipamento a considerar para alguns utilizadores. É dos mais recentes da marca asiática e é o segundo exemplar da geração Mi Max. Se pensas adquirir este equipamento sabe aqui o que ele tem para te oferecer.




Este é o maior phablet da Xiaomi com 174mm conseguindo superar o topo de gama Mi Mix em pouco mais de 1 cm. Este tipo de equipamentos são destinados a um grupo específico de utilizadores tendo em conta o seu tamanho por isso a marca equipa estes smartphones com componentes também específicos e não com os componentes mais potentes.

 Segue-nos no Youtube!!

Unboxing

Este smartphone vem dentro de uma caixa normal que a marca utiliza para a maioria dos seus smartphones. E dentro desta está apenas o smartphone, o guia rápido com o clip para abrir a slot dos cartões SIM, o carregador de carga rápido 5V - 3A e o cabo USB Tipo-C.


Em termos de aspeto esta nova versão do Mi Max mantém todos os traços da versão anterior, um ecrã FHD de 6.44", onde na parte superior este tem o sensor de proximidade, a coluna de som para as chamadas, e a câmara de 5MP. Na lateral direita estão os botões do power e volume, em baixo o microfone, coluna de som e entrada USB Tipo-C. Na lateral esquerda apenas a entrada para cartões Micro SIM e Nano SIM, havendo a possibilidade de colocarmos um cartão Micro SD em vez do cartão nano SIM.


Na porte superior está o sensor de infravermelhos, o micro secundário e entrada jack áudio de 3.5mm. A trás está o flash led de duplo tom, a câmara fotográfica de 12MP e o sensor de impressões digitais. 
A bateria é de 5300mAh o que faz deste o smartphone da marca com maior capacidade.


Características e desempenho

Este é um equipamento bem grande, no entanto até é fino apresentado 7.6mm de espessura e quase 8.9cm de largura. É obrigatório o uso das duas mãos para trabalhar com este equipamento uma vez que só com uma não é fácil chegar a quase toda a área do ecrã. Por falar em ecrã, este ocupa uma área de 73% e este apresenta cores bem nítidas com um contraste de 1000:1. É ligeiramente curvo, 2.5D e é protegido por Gorilla Glass 4. Este tipo de smartphones são os indicamos para consumir média e este não é exceção, não só pelo seu tamanho mas também pela qualidade que ele apresenta e é visível nas imagens, dá gosto utilizar este equipamento para este tipo de conteúdos.


Em relação aos principais componentes este está disponível em duas versões, uma com 4GB de memória RAM e 64GB de armazenamento interno e uma outra com mais capacidade de ROM com 128GB. Para dar força a este equipamento está um CPU Qualcomm Snapdragon 625, um octa core a 2GHz e acompanhado por uma GPU  Adreno 506. Pode parecer um processador menos capaz, mas na verdade este smatphone não é destinado a quem procura um smartphone para jogar aqueles jogos mais pesados. É destinado sim a quem procura um equipamento para consumo de média, seja para trabalho ou lazer e para quem privilegia a autonomia.


Nos testes realizados este atingiu quase 64 mil pontos o que hoje em dia é normal para um equipamento de gama média, mas não devemos olhar apenas para os resultados obtidos no Antutu. Se virmos os resultados do Geekbentch em multi-core este equipamento apresenta valores superiores ao Oneplus 3 ou ao Galaxy S6 Edge com 4257 pontos. Realizei também um teste às velocidades das memórias onde este obteve resultados que encaixam no preço do equipamento.


O sensor de impressões digitais traseiro mantém-se bastante eficaz e responsivo, desbloqueando sem problemas e de forma rápida o smartphone.


Sistema operativo

Em termos de sistema operativo este equipamento vem com ma MIUI 8.5 baseada no Android 7.1.1. Este já tem diversos idiomas incluídos e com updates via OTA. 
De realçar que este Mi Max 2 já vem com o bootloader desbloqueado.


 Segue-nos no Youtube!!


Em termos de software não há muito a acrescentar, para quem conhece a MIUI sabe que esta interface não varia muito e é daquelas que se gosta muito ou não se gosta. No meu caso é das interfaces que mais gosto de utilizar. Esta versão tem a possibilidade a resolução, ou seja, a quantidade de ícones que queremos no nosso ambiente de trabalho, digamos assim, dando a possibilidade ao utilizador de aproveitar ao máximo este belíssimo ecrã.


Câmara fotográfica

Esta é uma das principais alterações neste smartphone, a câmara fotográfica de sensor Sony IMX386 de 12 MP que apresenta pixéis mais largos, são 1.25um o que faz aumentar em 45% a luminosidade que cada pixes recebe. Isto traduz-se numa câmara fotográfica mais capaz que o seu antecessor. Imagens mais claras e cores mais nítidas e saturadas.

Aqui ficam algumas fotos:





Opinião


Este equipamento tem claramente algumas melhorias comparativamente à versão anterior, o processador não será um ponto forte, mas este chega perfeitamente e aliás é um dos pontos que fará com que este smartphone consiga alcançar uma grande autonomia.


Um aspeto que destaco pela positiva é de facto a bateria que cresceu ainda mais comparativamente ao seu antecessor, passando de 4850mAh para 5300mAh, que fará deste o smartphone o equipamento com uma maior autonomia. O ecrã é outro ponto a destacar pela positiva, boas cores e com grande qualidade. O áudio também é outro pouco muito positivo uma vez que este apresenta som stereo com dois altifalantes e que em conjunto com o grande ecrã fornece uma experiência áudio visual do melhor que há.


 Segue-nos no Youtube!!


Por fim não podia deixar de destacar a câmara fotográfica que tira boas fotos. Não apresenta resultados de uma câmara topo de gama, mas este equipamento também não o é, por isso encaixa perfeitamente na gama de preços em que este se insere e é um ponto positivo.

Onde comprar e mais detalhes


  • Xiaomi Mi Max 2 com o cupão de desconto: Max24HJ e escolher o método seguro sem risco de alfândega: Standard Shipping > Local Direct Express.

Vídeo




Emoticon Emoticon