Lista dos telemóveis com melhor relação qualidade/preço

Tenho um orçamento de X euros, qual é o melhor telemóvel que posso comprar? Esta é das perguntas mais frequentes que nos fazem chegar, por isso, neste artigo vamos mostrar quais são, na nossa opinião, os melhores telemóveis para cada orçamento.




Vamos começar das gamas mais baixas para as gamas mais altas:

 

Orçamentos até 100€

É verdade que, até 100€, não se pode esperar um topo de gama, mas, para o preço, estas são as melhores alternativas. 

Vernee Thor (83€)
Este é um telemóvel que vem equipado com um processador Mediatek octa-core, 3GB RAM, 16GB ROM e um ecrã 5.0'' 720p com protecção Gorilla Glass 3.
Em termos de software, este já recebeu actualização por OTA para o Android 7.0, algo que muitos flagships ainda não receberam.
Quanto ao design, este faz lembrar as primeiras gerações do Moto G em certos aspectos, mas com um sensor de impressões digitais na traseira por baixo da câmara.
Falando das câmaras, a traseira é de 13mpx, e a frontal de 5mpx, com qualidade aceitável, para o preço.
A bateria é de 2800mAh, o que, aliado ao ecrã 720p, lhe fornece mais de um dia de uso sem grandes problemas.
Por fim, vale também mencionar que o Thor é dual-SIM e suporta todas as bandas 4G usadas em Portugal, e também tem suporte para cartões microSD até 128GB, caso os 16GB não sejam suficientes. Em termos de performance, consegue uns respeitáveis 37.000 pontos no Antutu, que, para o preço deste é bastante bom.

O Vernee Thor pode ser comprado aqui: http://4sh.me/bbs


Ulefone Gemini (95€)


Por mais 10€ que o Thor, o Gemini duplica a quantidade de ROM, para 32GB, o ecrã também é maior e com melhor resolução, com 5.5'' Full HD e vem com dupla câmara traseira, para efeitos como o desfoque.
Este, tal como o modelo anterior, conta com 3GB RAM, o que é mais que suficiente para o uso diário.
O processador deste, MediaTek MTK6737T, é "apenas" quad-core, mas desengane-se quem pensar que tem pior performance que o octa-core do Thor, batendo este em benchmarks.
A bateria é de 3250mAh, o que lhe confere uma autonomia bastante aceitável.
Em relação ao design e qualidade de construção, como pode ser visto na fotografia, este tem a traseira totalmente em metal, com o sensor de impressões digitais na frente. Este design confere-lhe um toque muito premium.
Quanto ao software, o Gemini vem com o Android 6.0, mas já foi prometido pela marca update para o 7.0 "brevemente".
Tal como o Thor, o Gemini é dual-SIM (1 micro SIM e 1 nano SIM) e suporta todas as bandas 4G europeias.
O Ulefone Gemini pode ser comprado aqui: http://4sh.me/bbt
 

Xiaomi Redmi 4X (100€)
É claro que a Xiaomi não poderia faltar nesta lista, e este é apenas o primeiro.


O 4X é o primeiro desta lista a vir com processador Qualcomm, neste caso o Snapdragon 435, que oferece melhor performance que os Mediatek acima mencionados. Outro ponto forte deste é a sua generosa bateria de 4100mAh, que fornece autonomia para 2 dias à vontade.
Em relação à quantidade de RAM, este tem apenas 2GB e 16GB ROM, o que, aliado com a MIUI, que não é famosa por ser leve (se bem que isso está para mudar com a MIUI 9, e o 4X irá ser dos primeiros a receber), é pouco e é um dos principais pontos negativos deste modelo, embora haja também a versão com 3GB RAM e 32GB ROM, que custa cerca de 120€ e existe ainda a versão 4GB/64GB, por cerca de 150€.
O ecrã é 5'' e tem boa reprodução de cor e brilho, contudo tem apenas resolução 720p, o que não é o melhor. Outro ponto fraco deste modelo é faltar-lhe a banda LTE 20 (800mhz), que é muito usada em Portugal no 4G "rural".
A câmara traseira do Redmi 4X é composta por um sensor Samsung de 13mpx e uma abertura f/2.0. Por sua vez, a câmara frontal conta com um sensor de 5mpx.
Quanto à qualidade de construção este é um telemóvel muito bem construído e muito sólido e com um design muito bonito, especialmente a versão preta.
De resto, o 4X é similar aos modelos anteriormente apresentados, com dual-SIM (1x nano SIM, 1x micro SIM), slot micro SD, etc.

O Redmi 4X pode ser adquirido aqui nas suas diversas versões:


Orçamentos entre 100€ - 150€

Xiaomi Redmi Note 4 (Snapdragon) (140€)



O Redmi Note 4 versão Snapdragon é basicamente um "irmão" do Redmi Note 4X (review aqui), mas com as bandas LTE europeias.
O Note 4 vem com um processador Snapdragon 625 octa-core, com 3GB RAM e 32GB ROM.

O design deste é bastante similar ao Redmi 4x acima, mas com a câmara traseira de 13mpx centrada acima do sensor de impressão digital.
A câmara também tem um sensor actualizado em relação ao Note 4 Mediatek, contando com o sensor Sony IMX258.
Quanto ao ecrã, este tem um com 5.5'' Full HD, com cores e contraste muito bom.
A bateria é de 4100mAh, tal como a do Redmi 4X acima, o que permite mais de um dia de uso intensivo sem problemas.
Também similarmente ao Redmi 4X acima, o Note 4 tem dual-SIM e slot para cartões micro SD, contudo, ao contrário deste, o Note 4 tem todas as bandas 4G usadas na Europa, incluindo a banda 20, o que o torna um dispositivo excelente.

O Redmi Note 4 pode ser adquirido aqui: 




Oukitel K6000 Plus (145€)
Queres um telemóvel com uma bateria que rivaliza muitas powerbanks? Este é para ti.



O ponto mais forte deste é, sem dúvida, a sua bateria "monstruosa" de 6080mAh, o que se traduz em mais de 3 dias de uso intensivo sem problemas.
Quanto ao processador, este vem equipado com um Mediatek octa-core, que serve perfeitamente para um uso normal do dia-a-dia, embora seja um pouco fraco para jogos intensivos.
Este também vem equipado com 4GB RAM e 64GB ROM e um ecrã 5.5'' Full HD.
A câmara traseira é de 16mpx com um sensor Omnivision e a frontal é 8mpx.
Quanto à qualidade de construção, este é feito em alumínio, o que lhe dá uma boa resistência e solidez.
O K6000 Plus é dual-SIM e vem com todas as bandas 4G Europeias.

Este pode ser adquirido aqui: http://4sh.me/bbx


Huawei P8 Lite (145€)
Este telemóvel dispensa apresentações e, embora já tenha sido apresentado em 2015, ainda é bastante bom para o preço.




O P8 Lite conta com 2GB RAM e 16 GB ROM, tem um processador Kirin 620 octa-core.
Em relação ás câmaras, a traseira conta com um sensor Omnivision de 13mpx, enquanto que a frontal tem 5mpx.
Os pontos negativos deste incluem a bateria que, com apenas 2200mAh, é bastante fraca para o preço, e o ecrã que, sendo 5'' com uma resolução de apenas 720p, tem uma densidade abaixo do desejável.
O ponto positivo principal é que a Huawei é uma empresa com suporte em Portugal e, por isso, tem um suporte e garantia superiores, bem como pode ser adquirido em qualquer loja física.

Se quiserem adquirir o P8 Lite a um preço mais acessível que nas lojas físicas mas com suporte 5*, recomendo a Amazon, aqui: http://4sh.me/bbg


Orçamentos entre 150€-250€

Agora já começamos a entrar em gamas médias-altas.

Xiaomi Mi Max 2 (215€)

Para quem tem mãos grandes, aqui fica mais uma oferta "max" da Xiaomi, a segunda versão da linha Mi Max, com 6.44'' de ecrã Full HD.
Em termos de especificações, este é bastante similar ao Mi 5X mencionado acima, contando com um processador Snapdragon 6254GB RAM64GB ROM, câmara 12mpx graças ao sensor Sony IMX386.
A bateria, contudo, é outra conversa. Para alimentar este ecrã enorme, o Mi Max 2 dispõe de uma bateria de 5300mAh.
Se quiserem saber mais sobre este smartphone, podem ler a review ao mesmo aqui.

Se estiverem interessados num telemóvel "max", este está à venda aqui: http://4sh.me/bbp.


Xiaomi Mi 5 (210€)
Com o processador Snapdragon 820 a alimenta-lo, quando saiu, o Mi5 era uma autêntica máquina. Embora já tem mais de um ano, ainda tem várias cartas na manga e deixa muitos outros modelos a comer pó.



Em relação à câmara traseira, este conta com sensor Sony IMX298 de 16mpx e OIS, por sua vez, a câmara frontal conta com 4mpx.
O ecrã, é LCD IPS Full HD e tem 5.15'', com contraste 1400:1 e brilho 600cd/m2.
A bateria poderia ser maior, tendo apenas 3000mAh, o que é aceitável e aguenta 1 dia de uso normal sem problemas.
Quanto à memória, vem com 3GB RAM e 64GB ROM, sem slot de cartão de memória.
Em termos de software, já tem o Android 7.0 e irá ser dos primeiros modelos a ter a MIUI 9.

O Mi 5 encontra-se disponível para venda aqui: http://4sh.me/bbB 


Xiaomi Mi 5s (217€) 

O Xiaomi Mi 5s é outro daqueles telemóveis que dispensam apresentações.
Processador Snapdragon 821, 3 ou 4GB RAM, 32, 64, ou 128GB ROM, uma câmara excelente, com o sensor Sony IMX378 de 12.2mpx são apenas alguns dos pontos fortes deste smartphone.
Tem uma bateria de 3200mAh, que, não sendo das melhores, chega para um dia de uso intensivo sem problemas.
O seu ecrã é 5.15'' Full HD com cores, contraste e brilho dos melhores num painel IPS LCD.
O seu ponto mais fraco é mesmo o sensor de impressões digitais ultrasónico, que, mesmo depois de ter melhorado imenso com updates de software, ainda não se compara a outros flagships em termos de rapidez e precisão.
Na minha opinião pessoal, em termos de performance por custo, não existe melhor neste momento.

O Mi 5s pode ser adquirido aqui: http://4sh.me/bcT
e ainda podem ter mais desconto com o código de desconto: Mi5SX





http://4sh.me/bbn


Orçamentos superiores a 250€ (Flagships)

Xiaomi Mi 6 (351€)

O Mi 6 é o topo de gama da Xiaomi neste momento, e com bastante razão.

Processador Snapdragon 835, 6GB RAM, 64 ou 128GB ROM, dupla câmara com 12mpx e f/1.8, entre muitas outras são o que tornam este telemóvel um dos melhores da actualidade, ainda melhor se considerarmos que os telemóveis com que está a competir são bastante mais caros.
A bateria é de 3350mAh, o que é adequado para o tamanho de ecrã.
Discutivelmente, a única coisa que falta para tornar este telemóvel praticamente perfeito, é não ter a banda LTE 20.
É verdade que não tem a melhor câmara do mundo, mas porta-se bastante bem tanto em foto como em vídeo, especialmente com a estabilização óptica (OIS).

Se quiserem adquirir o Mi 6, ele está disponível aqui: http://4sh.me/bbq com o cupão de desconto XIAOMIMI677.


OnePlus 5 (412€) 

O OnePlus 5 é, sem dúvida, o telemóvel que mais hype teve este ano, até agora, e, devido a isso, não poderia deixar de constar nesta lista.
Com especificações completamente de topo, incluindo o Snapdragon 835, 6 ou 8GB RAM e 64 ou 128GB ROM, o OP5 não está para brincadeiras.
Quando ás câmaras, conta com duas câmaras traseiras, de 20mpx e 16mpx, que permitem fazer zoom óptico de 1.6x e têm função de desfoque do fundo, para um efeito bokeh.
A bateria do OP5 é de 3300mAh, e possui o tão anunciado Dash Charge, que promete um dia de uso com apenas 30 minutos de carga.
O ecrã é de 5.5'' Full HD Amoled, com uma disposição pentile (em vez de RGB), o que significa menos densidade de pixeis, mas mesmo assim o ecrã tem muito boa reprodução de cores e pretos que só um ecrã amoled consegue.
Quanto design, há quem goste, há quem não goste. Pessoalmente acho a traseira bastante parecida a uma maçã, mas gostos são gostos. Quanto a qualidade de construção, é bastante sólido e resistente. Contudo não possui resistência contra poeiras e água.
É essa falta de resistência contra poeiras e água, falta de OIS, e algumas outras funcionalidade, aliado ao aumento de preço em relação às versões anteriores que faz com que o OnePlus 5 não seja o telemóvel perfeito.
Dito isto, é um telemóvel excelente, com especificações completamente de topo, que irá tornar qualquer dono muito feliz.

O OnePlus 5 pode ser adquirido no website oficial por 499€, ou então, mais barato, aqui: http://4sh.me/bbr


Samsung Galaxy S8 (~575€)

Guarda-se o melhor para o fim, certo?


O S8 é uma máquina, com o seu ecrã Super Amoled de 5.8'' com resolução 2960x1440, é sem dúvida dos melhores e mais bonitos telemóveis até hoje.
Este é alimentado por um processador Exynos 8895 octa-core e tem 4GB RAM e 64GB ROM.
O S8 também tem várias funcionalidades extra, desde wireless charging, certificação IP68 contra água e poeiras, scanner de íris, e dock DeX que permite ligar o S8 a um monitor, teclado e rato e usa-lo como se fosse um PC, possuindo mesmo a suite office completa.
A câmara, embora ainda seja singular, também não foi desprezada, tendo um sensor Sony IMX333 de 12mpx e abertura f/1.7, é sem dúvida uma das melhores câmaras existentes actualmente num smartphone.
A Samsung jogou pelo seguro depois do Note 7, e então foi conservativa na capacidade da bateria do S8, tendo esta apenas 3000mAh, o que é ligeiramente abaixo da expectativa para um dispositivo deste tamanho, contudo, devido a ser um ecrã amoled, que é bastante mais eficiente que os LCD, esta aguenta para um dia confortavelmente.
É o Galaxy S8 o telemóvel perfeito? De certo que não. Para além da bateria ligeiramente fraca, o principal problema com este é o sitio bastante estranho onde foi colocado o sensor de impressão digital, ao lado direito da câmara, o que torna o desbloqueio mais complicado. Também o software da Samsung não é o melhor, tendo por vezes lag e bloqueando, apesar da potência do hardware.

O Galaxy S8 não é o telemóvel perfeito, mas é, discutivelmente, o mais completo da actualidade

Confere os preços para cada uma das versões aqui, ou nas fotos abaixo:



Concordam com esta lista? Adicionariam algum modelo? Acham que está algum modelo a mais?
Digam nos comentários.

Iremos tentar manter esta lista actualizada, mensalmente, adicionando novos modelos que entrem nestas categorias e retirando modelos antigos que sejam descontinuados.

Já conheces os nossos outros grupos sobre os mais variados temas?
Junta-te já!

Android: http://fb.com/groups/gd.android.pt
Apple: http://fb.com/groups/gd.apple
Descontos: http://fb.com/groups/gd.descontos
Drones: http://fb.com/groups/gd.drones
Fotografia: http://fb.com/groups/gd.foto
Huawei: http://fb.com/groups/HuaweiPTGrupo
Smartphones Chineses: http://fb.com/groups/gd.smartphones
Xiaomi: http://fb.com/groups/XIAOMIemPT
Windows: http://fb.com/groups/gd.windows


Emoticon Emoticon