Intel anuncia processador com "neurónios"

Há alguns meses que se tem visto um crescimento exponencial na área da Inteligência Artificial e em processadores com núcleos de machine learning, tal como o Kirin 970. Desta vez foi a Intel, que anunciou o Loihi, um processador que, segundo a mesma, promete acelerar e revolucionar a IA.


A Intel avançou que cada núcleo deste processador terá um sistema que imita o funcionamento do nosso cérebro, concedendo ao processador a habilidade de aprender e se auto-organizar, permitindo-lhe tomar decisões com base em padrões e associações, o que tornará os cálculos de machine learning muito mais rápidos e muito mais eficientes.

Esta abordagem permite que o processador possa processar uma enorme quantidade de dados e variáveis dinâmicas em tempo real, sem necessidade de comunicação com a cloud, tornando as máquinas muito mais autónomas, sendo capazes de se adaptarem muito mais rapidamente.

Segundo a mesma, este novo processador é cerca de 1 milhão de vezes mais rápido que as neural net normais, sendo ao mesmo tempo 1000 vezes mais eficiente em termos energéticos que processadores normais para cálculo de treino.



A Intel também fez saber que o processador será fabricado no processo de 14nm e terá, no total, 130.000 neurónios e 130 milhões de sinapses, o que permite a cada neurónio comunicar assincronamente com qualquer outro neurónio, aumentando a rapidez da partilha de informação.

O Loihi ainda está em testes, mas a Intel espera partilhar este processador com universidades de instituições de investigação de IA na primeira metade de 2018.

Grupos de discussão:

Smartphones Chineses: http://fb.com/groups/gd.smartphones

Fonte: Intel


Emoticon Emoticon